Os 20 anos da Tabocas e seu crescimento, é notícia no site Canal Energia.

Por Comunicação

Belo Horizonte, 07 de maio de 2019.

A Tabocas foi notícia no site Canal Energia. O texto destaca os desafios superados pela empresa nos últimos 20 anos, a expectativa de crescimento para os próximos anos e ainda conta um pouco sobre a estratégia para alcançar seus objetivos futuros. Confira a notícia abaixo.


"Completando 20 anos, Tabocas busca sócio mirando expansão


Empresa especializada no segmento de sistemas de transmissão de energia elétrica não descarta realizar um IPO no futuro


Com 20 anos no setor de transmissão, a Tabocas captou 15 mil quilômetros de linhas, sendo que 12 mil km já estão em operação, assim como 85 subestações. Nos últimos anos, a empresa tem crescido a taxas de 20% a 30% ao ano e a expectativa para os próximos 3 anos é se manter na casa dos dois dígitos, disse Caio Barra, sócio e fundador da empresa que criou com seu primo Flávio Resende em 1999. Os sócios agora estudam a possibilidade de atrair um terceiro nome para o negócio, com expertise na área financeira. Para tanto, contratou a XP Investimentos para assessorá-los nesse processo. Segundo Barra, a intenção é consolidar a marca e quem sabe no futuro partir para uma Oferta Pública de Ações (IPO) na bolsa de valores.


“Flávio e eu administramos a empresa até hoje, sofrendo às vezes, mas a gente estuda abrir uma parte minoritária do capital da Tabocas para alguém que queira vir com a gente compartilhar do nosso sucesso. Elencamos a XP Investimentos para nos assessorar nisso nos próximos três meses”, disse o executivo em entrevista exclusiva à Agência CanalEnergia.


A Tabocas se tornou referência na construção de sistemas de transmissão de energia em altas tensões. Participou da implantação de importantes projetos no Brasil, como as linhas em 600 kV que escoam a energia das hidrelétricas do rio Madeira e os bipolos de Belo Monte. Agora com 66 anos, o engenheiro civil Caio Barra entrou no ramo em 1977, ainda com 24 anos, por sugestão de seu pai, o engenheiro civil e elétrico Walter Barra, um dos pioneiros no setor de transmissão no Brasil e referência na Universidade de Juiz de Fora, em Minas Gerais. Tabocas é um nome de córrego que divide as fazendas das famílias de Caio e Flávio, em homenagem aos pais e tios.


Entre 1999 e 2018, a Tabocas captou 15.172 KM em obras de transmissão, o equivalente a aproximadamente 16,5% de tudo que já foi leiloado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) nesse período. Os sócios investiram R$ 120 milhões no negócio. A empresa possui 650 equipamentos entre máquinas, veículos e ferramentas e empresa cerca de 4.500 funcionários diretos.


“O segredo do nosso sucesso são as pessoas. A Tabocas investe nas pessoas, temos empregados com mais de 15 anos. Hoje eu começo uma obra com uma velocidade muito grande porque tenho pessoas treinadas e equipamentos que posso deslocar imediatamente”, disse Barra. Além do escritório, a empresa tem um centro de manutenção em Belo Horizonte.


Barra disse que Tabocas entrega entre 1,5 mil e 1,8 mil km de linhas por ano, mas tem capacidade para entregar 2,5 mil km. As expectativas para os próximos leilões de transmissão são boas, pois, segundo o executivo, existem muitos reforços na rede que precisam ser construídos para melhorar o escoamento na Norte e Sul, além da substituição de sistemas antigos que já atingiram sua vida útil regulatória e física. “Acho que nos próximos 10 anos devemos continuar com dois leilões por ano, mas esse ano devemos ter apenas um”, disse.”

Você pode conferir a notícia clicando aqui.