Script

Em 2050, solar dominará matriz de energia no mundo, diz consultoria

Por Canal Energia

Belo Horizonte, 15 de Outubro de 2018

A fonte solar será protagonista na produção de energia mundial em 2050, aponto estudo realizado pela consultoria internacional DNV.GL. Em 2050, metade da energia primária produzida no planeta será oriunda de fontes não fóssil. “Isso mostra o desenvolvimento do uso das energias renováveis”, disse em evento em São Paulo nesta terça-feira, 2 de outubro, o Country Manager da divisão de energia no Brasil, Tchiarles Hilbig.

Segundo a DNV.GL, existe uma tendência de substituição do carvão para energias renováveis em vários países, incluindo América Latina e Europa. “Nessa transição a energia solar terá um papel fundamental na matriz energética do mundo”, disse o consultor. A tendência é que 70% da matriz energética seja composta pelas fontes solar e eólica em 2050.

A partir de 2020 haverá uma aceleração da expansão das fontes renováveis e a partir de 2030 haverá uma redução gradual nos outros tipos de geração. A consultoria afirma que no futuro o gás natural vai fazer parte desse processo de transição para o uso de fontes menos poluentes.

Segundo o consultor, o consumo mundial de eletricidade duplicará nesse período, sendo a eletricidade ocupará um papel majoritário na matriz energética. Porém, devido à tendência de investimentos em eficiência energética, haverá um pico de consumo em 2035, após esse período o consumo global de energia seria reduzido. Os dados constam no Energy Transition Outlook 2018. Clique aqui para ler a íntegra do documento.